Tupy é reconhecida por ter um terço de mulheres no conselho de administração

Apesar de ser uma empresa que emprega mais homens pelo tipo de atividade que desenvolve, a Tupy, multinacional de Joinville que atua no setor de autopeças metálicas e outros, acaba de ser certificada pela Women on Board (WOB). Trata-se de iniciativa brasileira independente, apoiada pela Onu Mulher, que reconhece empresas que adotam boas práticas de governança e incentivam a liderança feminina. A razão é que dos nove integrantes do conselho de administração da Tupy, três são mulheres.

LEIA MAIS:
Por que os sintomas do infarto na mulher são tão diferentes do que no homem
Projeto cria política de valorização das mulheres na área de segurança pública
App exclusivo para mulheres com DIU chega ao Brasil

Desde o mês de abril deste ano, o “board” da tradicional empresa metalúrgica conta com as participações das conselheiras Claudia Silva Araujo Azevedo Santos, Claudia Elisa Soares e Paula Regina Goto. A distinção da WOB é somente para o conselho principal, o de administração. Mas o conselho fiscal da Tupy também tem um terço de mulheres. Como são três integrantes, um é mulher.

O que diz o presidente do conselho da Tupy

Na opinião do presidente do conselho da Tupy, Ricardo Doria Durazzo, não existem dúvidas de que a maior diversidade na alta liderança gera melhor governança por apontar perspectivas diferentes e fundamentais na tomada de decisão.

– Estamos muito contentes pela participação de mulheres tão capacitadas como membro efetivos de nosso board e esperamos aumentar essa participação e influenciar clientes e parceiros, no Brasil e no exterior, a praticar o mesmo – disse Ricardo Durazzo.

Pelo tipo de atividade fabril que desenvolve, a Tupy acaba empregando mais homens. No ano de 2020, no quadro de jornada integral, do total de 13.474 empregados, 12.433 eram homens, e 1.041, mulheres, o equivalente a 7,2%.

Tudo indica que a decisão da cantora Anitta de participar do conselho de administração do Nubank, um dos maiores bancos digitais do mundo, anunciada nesta segunda-feira, vai acelerar a inclusão de personalidades diferentes em conselhos empresariais. A propósito, existe um consenso de que conselhos de administração com uma multiplicidade de pensamentos e personalidades geram negócios mais consistentes e lucrativos, além de mais alinhados com o conceito ESG (environment, social and governance), de gestão que respeita o meio ambiente, o social e a boa administração.

Com mais de 80 anos de atividades, a Tupy desenvolve e fabrica componentes estruturais de ferro fundido, com destaque para blocos de motores de grandes veículos, como caminhões e tratores. Tem matriz em Joinville e fábricas em Mauá (SP), Saltillo e Ramos Arizpe, no México. Tem escritórios comerciais nos Brasil, EUA e Alemanha. A empresa aguarda decisão de autoridades da concorrência para efetuar a compra da Teksid, multinacional europeia de autopeças.

Fonte: NSC Total

Compartilhar: