Projeto cria política de valorização das mulheres na área de segurança pública

O Projeto de Lei 1529/21 cria a Política Nacional de Valorização das Mulheres na Área de Segurança Pública.

LEIA MAIS:
App exclusivo para mulheres com DIU chega ao Brasil
Após mais de 70 anos, Colégio Naval irá passar a aceitar mulheres
Ambev vai contratar 40 mulheres e pessoas negras para programa de formação em TI

Apresentada pela deputada Tereza Nelma (PSDB-AL) e outras sete deputadas de diferentes partidos, a proposta está em análise na Câmara dos Deputados.

Elas destacam que, em 2019, as mulheres representavam apenas 13,55% do efetivo nas polícias militares. “Entendemos que é necessário promover, de forma mais intensa, a valorização das mulheres nesse campo profissional”, afirmam.

O projeto condiciona as transferências dos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) aos estados e ao Distrito Federal à existência do Plano de Valorização das Mulheres na área de Segurança Pública.

Mulheres da Segurança Pública

Diretrizes

Conforme o texto, a política será regulamentada pelo Poder Executivo e seguirá as seguintes diretrizes, entre outras:

  • Reserva de pelo menos 20% das vagas oferecidas nos concursos públicos na área de segurança pública para mulheres;
  • Promoção do aumento da licença-maternidade para, pelo menos, 180 dias;
  • Promoção de equidade na ocupação dos cargos;
  • Realização de pesquisas, estudos e estatísticas sobre o perfil das servidoras mulheres e a ocupação de cargos;
  • Promoção de estratégia para enfrentamento ao assédio e à violência contra as mulheres no ambiente de trabalho;
  • Inclusão obrigatória de conteúdos relacionados à igualdade entre homens e mulheres nos cursos de formação.

Tramitação

O texto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Defesa dos Direitos da Mulher; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Compartilhar: