Nós amamos bebês, e sabemos o quanto é gostoso, faz bem, acalma o carinho que temos com os bebês, mas será que isso é mesmo importante para nós e principalmente para os bebês?

 

 Beijar o bebê

 

Claro que é importante e isso irá demonstrar carinho. É essencial para o desenvolvimento do bebê, e faz muito bem à saúde.

O beijo, o toque, o carinho, o abraço, o aconchego, o colo e a voz, é muito importante o tom de voz que usamos, porque despertam as sensações nos bebês.

O toque na pele do bebê, a massagem, a amamentação, o beijo geram sensações positivas, e regulam as funções fisiológicas dos bebês.

Um colo bem aconchegante pode controlar estados de excitação, acalmando e tranquilizando os bebês (reduz taxa de cortisol e β-endorfinas – hormônios associados com resposta ao estresse) e regulam também batimentos cardíacos, temperatura (frio – aquece).

Hormônio do amor, ocitocina, é o que acontece quando se beija o bebê, que aflora logo ao contato da pele o bebê com a mãe.

Claro e certo é quando se nasce, o bebê não enxerga quase nada e não entende o que falamos. Sua sensação maior é o tato, consegue sentir.  O toque, beijo e a amamentação, são através destes estímulos que os bebês sentem e reconhecem o amor.

 

 

Benefícios do beijo

Todo desenvolvimento e identidade do bebê, é baseada nos primeiros e sequenciais momentos de vida das crianças, e tendo pais que contribuem positivamente para este desenvolvimento, recebendo carinho, abraços, afagos, beijos, significa que foram crianças desejadas, esperadas e amadas.

E consequentemente, as crianças terão o sentimento de proteção e crescerão mais seguras em toda relação social, se posicionando bem e nas relações interpessoais.

E crescendo neste ambiente, surgem as bases do desenvolvimento de sua personalidade, além do mais, tudo isso é a base para a construção do vínculo pais x bebês.

Segurança: essencial para que o bebê.

 

Cuidados necessários ao beijar

 

Mas, antes de tudo isso, apesar de sabermos ser essencial para a saúde, devemos ter alguns cuidados, porque os bebês ainda não possuem o sistema imunológico totalmente desenvolvido, o beijo deve ser dado na pele do bebê, da criança (não beijar na boca – mucosa – nem partes lesionadas, porque nossa saliva pode transmitir bactérias ou vírus.

 

Observar também se algo que usamos como: hidratantes, perfumes, batons,  possam desencadear reações alérgicas nos bebês.

O ideal e indicado, é que se consulte sempre um pediatra para manter bem a saúde física do bebê.

 

 

 

 

Compartilhar: