ACE lança programa gratuito de capacitação para mulheres empreenderem

A consultoria de inovação ACE acaba de lançar o ACE por Elas, um programa de capacitação 100% gratuito para mulheres empreendedoras de seus próprios negócios ou mesmo as empreendedoras dentro das empresas em que trabalham).

LEIA MAIS:
5 motivos que fazem da Nova Zelândia um ótimo destino para mulheres
Nubank planeja contratar 3.300 mulheres para ter igualdade na liderança
Comitê de Tóquio-2020 terá mais mulheres no comando após polêmica com ex-chefe

Ao longo de uma semana, elas receberão treinamentos com mulheres especialistas da ACE sobre gestão financeira, marketing, liderança e alavancagem de negócios. Também serão realizadas mentorias coletivas com empreendedoras de sucesso e executivas de mercado.

“Nosso objetivo é gerar impacto social demonstrando incentivo ao empreendedorismo, seja qual for a forma. Além disso, queremos fortalecer a presença feminina nesse cenário ainda predominantemente masculino, incentivando mulheres a tirarem suas ideias do papel e tornarem seus negócios ainda mais sólidos e inovadores”, destaca Milena Fonseca, diretora de operações e sócia da ACE Cortex, unidade de consultoria de inovação corporativa que atende grandes empresas.

O programa da ACE

O programa é voltado para mulheres empreendedoras com negócios em qualquer nível de maturidade. Ele, inclusive, não será restrito a fundadoras de startups e empresas tecnologia e pode ser acessado também por empreendedoras dentro das companhias em que trabalham e que desejam melhorar suas carreiras e alcançar cargos de liderança.

O início do programa será em abril. As inscrições estão abertas entre 8 a 26 de março, por meio deste link. São 140 vagas, totalmente gratuitas, cujas aulas e mentorias acontecerão em formato remoto e on-line, com total interação entre alunas e professoras.

Ao final da capacitação, as participantes que atingirem 70% da carga horária total receberão um certificado de conclusão e acesso gratuito ao curso Inovação na Prática, criado em parceria com a Exame Academy.

As inscritas que não forem selecionadas, terão acesso liberado à plataforma de aceleração da empresa. A ação conta com a parceria do movimento Black Money, da Rede Mulheres Empreendedoras e da B2Mamy.

Presença desigual

A participação feminina no mercado de trabalho ainda é desproporcional. Segundo o IBGE, com a pandemia, 8,5 milhões de mulheres deixaram a força de trabalho só no terceiro trimestre de 2020.

No cenário mundial, o Brasil ainda ocupa o 25° lugar no quesito mulheres em posições de liderança, ocupando apenas 39,4% dos cargos, de acordo com a OIT.

Em 2020, uma pesquisa feita pela ACE sobre o perfil dos fundadores de startups brasileiras mostrou que apenas 10% são mulheres. Em contraponto, segundo o Sebrae, de 2014 para 2019 o aumento de mulheres empreendedoras subiu em 124%.

“Acreditamos no empoderamento econômico como motor para o empoderamento feminino”, finaliza Milena.

Fonte: Valor Investe

Compartilhar: